quarta-feira, 6 de junho de 2007

Ansiolíticos X Antidepressivos


Muitas pessoas confundem esses dois medicamentos: o ansiolítico e o antidepressivo. Por isso, hoje, vamos esclarecê-los melhor...


O ansiolítico (conhecido como calmante), é um fármaco para tratar a ansiedade. Seu efeito é depressor no organismo. Quando a pessoa sofre de ansiedade patológica, é indicado o uso desse fármaco para tratar a irritabilidade, a insônia e ainda produz um efeito relaxante muscular. Mas o diagnóstico da ansiedade acaba sendo meio "parecido" com o da depressão. Então, muitos pacientes fazem uso de ansiolíticos, e ficam muito depressivos. E quando param com o tratamento, continuam deprimidos. Ai, se faz necessário o uso do antidepressivo, que tem um efeito contrário ao ansiolítico. O ansiolítico age potencializando a ação da enzima GABA, que ajuda a acalmar, deprimir o sistema nervoso central. E isso causa os seguintes efeitos colaterais:

- Dimininuição do aprendizado;

- Diminuição do controle motor fino (dos movimentos aprendidos);

- Sonolência;

- Irritabilidade (quando acaba o efeito);

- Tolerância;

- Dependência física (síndrome de abstinência) e dependência psíquica.

O paciente que faz uso desses medicamentos apresenta dificuldade para aprender.

A depressão é caracterizada pela diminuição dos neurotransmissores noadrenalina ou serotonina. A depressão pode ser endógena (a mais séria, severa, patológica) ou exógena (causada por fatores externos). Todos em algum momento da vida têm depressão, mas muitas vezes é só uma fase, acaba passando, mas alguns casos não passam, e a pessoa precisa de um tratamento. A depressão exógena é mais fácil de tratar. Agora a endógena, é mais difícil, pois não há um fator externo, e a pessoa tem uma queda desses neurotransmissores (principalmente a noradrenalina) sem um motivo concreto. E geralmente, precisa da medicação por muito tempo, muitas vezes, pra vida toda. Mas, como é a ação do antidepressivo??? Ele pode agir de três formas: inibindo a enzima MAO (enzima que degrada a noradrenalina), bloqueando a recaptação de noradrenalina ou bloquando a recaptação de serotonina. Geralmente, os medicamentos que inibem a enzima MAO e bloqueam a recaptação da noradrenalina são utilizados para tratar a depressão endógena, e os principais efeitos colaterais são:

- Aumento da pressão arterial;

- Irritabilidade;

- Agressividade.

Esses medicamentos também podem ser usados para tratar a dor crônica.

Quando a depressão está relacionada com a diminuição da serotonina, (geralmente a depressão exógena) utiliza-se os medicamentos que bloqueiam a captação da serotonina, a fluoxetina, um ótimo modulador de humor. Os efeitos colaterais são os seguintes:

- diminuição de peso (o paciente que sofre de depressão exógena geralmente sofre compulsão alimentar, come, por exemplo, quando se sente triste. Como a fluoxetina é moduladora de humor, o paciente se sente mais feliz, e diminui a ingestão de alimentos, por isso, tem uma discreta redução de peso);

- Sonolência;

- Diminuição da libido;

- Mania (compulsão por um controle).


Existe uma grande diferença entre o ansiolítico e o antidepressivo. É importante saber, para que não haja mais essa confusão, que chega a ser absurda, já que eles produzem efeitos totalmente contrários no organismo. Agora, já não da pra dizer que o diazepam é antidepressivo e que a fluoxetina é ansiolítico não concordam?

19 comentários:

Roberto Douglas disse...

hum... como sempre, um post muito educativo...

realmente muita gent nao sab a diferença... alias, muita gent nao sab nem oq sao...

post muito interessante... parabens minha querida...

Maicon disse...

Aew..eu naum entendo anda de remédio

e to com preguiça de ler esse post ENORME...please..escreva menos q lerei migaaaaaaaaaaa..

mas...esse rouberto sempre fala a mesma coisa <<<<< como sempre post educativa..aff

Eu naums eia diferença..eu sós ei q eu tomo diazepã pq eu so loko..uhahuahuahuauha
bjus miga

adri disse...

Parabéns pelo seu blog Erika, está lindo e muito interessante!!
Quanto a esse assunto eu já tinha alguma base, mas aprendi muitas outras coisas q ainda não sabia.
Só fquei pensando: eu tomo um ansiolitico e um antidepressivo , ao mesmo tempo."'E meio contraditório.
vc é muito inteligente
Parabéns!!!

Eduardo Oliveira disse...

eu vou começar tratamento com zoloft (assert). antidepressivo ou ansiolitico?
abraço.

Eduardo Oliveira disse...

vou começar tratamento com zoloft (assert). antidepressivo ou ansiolitico?
abraço.

Anônimo disse...

Pesquisei na internet alguma coisa sobre ansiolítico e antidepressivo..

Pois Preciso de algum desses medicamentos. MAs não tenho a minima ideia de qual tomar !!.. Pois sofro de TOC.
E ta sendo muito dificio ´pra mim PorQue eu descobri tem pouco tempo.... Eu sinceramente não sei oque fazer..Esse site tirou um pouco as minhas duvidas.. Quase todas....

Obg...

Anônimo disse...

Interessantíssimo este assunto,já vi muitas vezes acontecer de pessoas me pedirem um *comprimidinho*de fluoxitina,(tomo ha algum tempo)
porque o posto de saúde estava sem diazepan,nada av uma coisa c a outra.
Agora vou saber explicar antes de dizer um NÃOOOO,,na verdade eu não dava pra não me fzer falta no fim do mês,mais agora não vou dar pq NADA AV.

Rodrigo disse...

na verdade o efeito nao é tão contrário assim... a depressão é ligada diretamente a ansiedade!! quando se toma antidepressivos também se está equilibrando a ansiedade!!! Acho q o caso aqui é q vc não vai se tratar da depressão com anciolíticos, mas vc pode diminuir a ansiendade com antidepressivos!! Tomei antidepressivo por mais de um ano!! conforme diminuía a dosagem do antidepressivo meu sintomas de ansiedade aumentavam!!!

Rodrigo disse...

na verdade o efeito nao é tão contrário assim... a depressão é ligada diretamente a ansiedade!! quando se toma antidepressivos também se está equilibrando a ansiedade!!! Acho q o caso aqui é q vc não vai se tratar da depressão com anciolíticos, mas vc pode diminuir a ansiendade com antidepressivos!! Tomei antidepressivo por mais de um ano!! conforme diminuía a dosagem do antidepressivo meu sintomas de ansiedade aumentavam!!!

Rodrigo disse...

na verdade o efeito nao é tão contrário assim... a depressão é ligada diretamente a ansiedade!! quando se toma antidepressivos também se está equilibrando a ansiedade!!! Acho q o caso aqui é q vc não vai se tratar da depressão com anciolíticos, mas vc pode diminuir a ansiendade com antidepressivos!! Tomei antidepressivo por mais de um ano!! conforme diminuía a dosagem do antidepressivo meu sintomas de ansiedade aumentavam!!!

Rodrigo Silveira disse...

Parabéns pelo tema abordado, mas importante frisar que a medicação é só uma muleta do problema, pois a medicação ajuda diminuir os sintomas, porém o tratamento certo é as sessões de psicanalise com um bom psicanalista, acompanhado de um bom psiquiatra para o acompanhamento medicamental do paciente. A cura esta em você mesmo, buscando ferramentas mentais e novos caminhos psíquicos para o problema.

Cristini Barreto disse...

Erika, só tem um detalhe bem importante, alguns antidepressivo possuem um efeito ansiolitico!

Cristini Barreto disse...

antidepressivos**

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angieso disse...

Muito clara a sua linguagem. Parabéns!!

Gerubal Pascoal disse...

Parabéns. A explicação foi de uma clareza solar. Quem nuna precisou de um antidepressivo e um ansiolítico um dia? Gostei da matéria.

Anônimo disse...

Sou Farmacêutico e gostei muito da apresentação. Expôs muito bem a idéia.

Anônima disse...

Meu psiquiatra me receitou ansiolitico e antidepressivo, o texto foi claro e muito bom para um esclarecimento. Estava insegura quanto a medicação. grata

Anônimo disse...

MEU MÉDICO RECEITOU FLUOXETINA DIA E LORAZEPAM NOITE, SE UM É CONTRÁRIO AO OUTRO , NÃO ME FARÁ MAL TOMAR OS DOIS? URGENTE!